Mecanismos de regulação para a educação no Brasil: contribuições para o debate

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n1.9102

Palavras-chave:

Avaliação externa. Regulação. Ideb.

Resumo

Este artigo procura discutir como as avaliações externas subsidiam a regulação da educação pelo Estado brasileiro, assim como evidenciar os mecanismos engendrados que subordinam a educação ao mercado. Para tanto, faz uma discussão do panorama geral do processo de regulação da educação básica brasileira, evidenciando as concepções de accountability e de regulação. O trabalho apoiou-se na revisão de literatura como forma de agregar os principais conceitos que caracterizam o arcabouço teórico, tendo em Afonso (2001) e Barroso (2005) seus maiores expoentes. Finalmente a partir das discussões realizadas no artigo é possível inferir que estamos sob a égide de um Estado avaliador e que, tanto o Ideb, quanto o Saeb são arautos da regulação do Estado para educação pública brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia Melanda Chirinéa, Universidade do Sagrado Coração USC

Graduada em Pedagogia pela Universidade do Sagrado Coração (2005), com especialização em Gestão Universitária (2006), Mestrado (2010) e Doutorado (2016) em Educação pela UNESP, campus de Marília, na área de Política Educacional, Gestão de Sistemas Educativos e Unidades Escolares. Também é professora do sistema municipal de ensino de Bauru, SP e coordenadora do curso de pedagogia da Universidade Sagrado Coração. Realiza pesquisas junto à USC e à UNESP e tem experiência na área de Educação, atuando principalmente com os temas das políticas educacionais, avaliação externa e gestão escolar.

Downloads

Publicado

13/01/2017

Como Citar

CHIRINÉA, A. M. Mecanismos de regulação para a educação no Brasil: contribuições para o debate. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, p. 168–189, 2017. DOI: 10.21723/riaee.v12.n1.9102. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/9102. Acesso em: 15 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos