Dossiê Educação Sexual hoje: reflexões e perspectivas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v24iesp3.14587

Palavras-chave:

Educação Sexual

Resumo

O dossiê Educação Sexual hoje: reflexões e perspectivas, pretende discutir a atualidade e urgência das questões ligadas à sexualidade, a intersecção entre raça/etnia, classe e gênero e as relações sociais estabelecidas a partir da sexualidade de forma a ampliar a compreensão do tema, tendo em vista que a sexualidade é permeada por questões sociais e históricas.

Biografia do Autor

Ronielisson Loiola de Jesus Tavares, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP

Mestre em Educação Sexual no Programa de Pós-graduação em Educação Sexual. Bolsista CAPES.

Ana Cláudia Magnani Delle Piagge, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP

Mestranda no Programa de Pós-graduação em Educação Sexual.

Referências

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: pluralidade cultural, orientação sexual / Secretaria de Educação. Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1997. 164p.

BRASIL. Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. Boletim epidemiológico HIV/Aids. Brasília: Ministério da Saúde, 2020a. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2020/boletim-epidemiologico-hivaids-2020. Acesso em: 15 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. Boletim epidemiológico Sífilis. Brasília: Ministério da Saúde, 2020b. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2020/boletim-sifilis-2020#:~:text=A%20presente%20edi%C3%A7%C3%A3o%20do%20Boletim,de%20dados%20b%C3%A1sicos%2C%20indicadores%20e. Acesso em: 15 dez. 2020.

BRINGEL, N. M. M. et al. Posturas e estratégias sobre sexualidade a partir do programa saúde na escola: discursos de professores. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 6, n. 4, p. 494-506, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/21538/pdf. Acesso em: 20 dez. 2020.

LEÃO, A. M. C. Estudo analítico-descritivo do curso de pedagogia da UNESP-Araraquara quanto a inserção das temáticas de sexualidade e orientação sexual na formação de seus alunos. 2009. 343 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2009. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/101587. Acesso em: 20 dez. 2020

MAIA, A. C. B.; RIBEIRO, P. R. M. Educação sexual: princípios para ação. DOXA, v. 15, n. 1, p. 75-84, 2011.

REIS, T.; EGGERT, E. Ideologia de gênero: uma falácia construída sobre os planos de educação brasileiros. Educ. Soc., Campinas, v. 38, n. 138, p. 9-26 jan. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302017000100009&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 14 dez. 2020.

REIS, G. V.; RIBEIRO, P. R. M. Sexualidade e educação escolar: algumas reflexões sobre

orientação sexual na escola. In: MAIA, A.C.B.; MAIA, A.F. (Org.). Sexualidade e infância.

Bauru: FCL/CECEMCA; Brasília: MEC/SEF, 2005. p. 35-44.

RIBEIRO, P. R. M. Educação sexual além da informação. São Paulo: EPU, 1990.

RIBEIRO, P. R. M. Os momentos históricos da educação sexual no Brasil. In P. R. M. Ribeiro (Org.). Sexualidade e educação: aproximações necessárias. São Paulo: Arte & Ciência, 2004. p. 15-25.

RIBEIRO, P. R. M.; MONTEIRO, S. A. de S. Avanços e retrocessos da educação sexual no Brasil: apontamentos a partir da eleição presidencial de 2018. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, [S. l.], v. 14, n. esp.2, p. 1254–1264, 2019. DOI: 10.21723/riaee.v14iesp.2.12701. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12701. Acesso em: 28 dez. 2019.

RIBEIRO, P. R. M. A institucionalização dos saberes acerca da sexualidade humana e da educação sexual no Brasil. Educação sexual: múltiplos temas, compromissos comuns. Londrina: UEL, p. 129-140, 2009. Disponível em: http://www.cepac.org.br/blog/wp-content/uploads/2011/07/Educacao_Sexual_Multiplos_Temas.pdf. Acesso em: 15 abr. 2019.

SCALA, J. Ideologia de Gênero: o neototalitarismo e a morte da família. Zenit. 31 jan. 2012. Disponível em: https://pt.zenit.org/articles/ideologia-de-genero-neototalitarismo-e-a-morte-da-fami-lia/. Acesso em: 20 set. 2020.

ROSEMBERG, F. Educação sexual na escola. Cad. Pesq., São Paulo, n. 53, p.11 - 19, maio 1985. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/1372/1373. Acesso em 18 ago. 2020.

UNESCO. Orientações técnicas de educação em sexualidade para o cenário brasileiro: tópicos e objetivos de aprendizagem. Brasília: UNESCO, 2014. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000227762. Acesso em: 20 nov. 2020.

UNESCO. Orientações técnicas de educação em sexualidade: uma abordagem baseada em evidências (2ª ed. rev.). Brasília: UNESCO, 2019. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000369308?posInSet=1&queryId=54496777-a2a3-. Acesso em: 24 nov. 2020.

Publicado

28/12/2020

Como Citar

TAVARES, R. L. de J.; PIAGGE, A. C. M. D. Dossiê Educação Sexual hoje: reflexões e perspectivas. Revista on line de Política e Gestão Educacional, [S. l.], v. 24, n. esp3, p. 1679–1688, 2020. DOI: 10.22633/rpge.v24iesp3.14587. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/14587. Acesso em: 8 mar. 2021.