Formação continuada de professores em tempo de pandemia

Contribuições da coordenadoria de formação docente e educação a distância do estado do Ceará

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v26iesp.4.17120

Palavras-chave:

Formação de professores, Ensino remoto, Educação pública, Educação e pandemia

Resumo

Este texto apresenta uma pesquisa que teve como objetivo central investigar se os cursos ofertados pela Coordenadoria de Formação Docente e Educação a Distância CODED/CED, da Secretaria de Educação do Estado do Ceará, no ano de 2020, contribuíram para o fortalecimento da prática docente com o ensino remoto. Na mesma perspectiva, intencionou identificar os principais desafios encontrados pela CODED/CED para a efetivação dos cursos e formações no período da pandemia causada pela COVID-19 com os professores da rede estadual de ensino do Ceará. O trabalho se referiu a uma pesquisa de caráter qualitativo. Para a produção dos dados, destacaram-se o questionário (composto por questões abertas) desenvolvido com quatro profissionais da educação que atuam na CODED/CED e a análise documental. Como conclusão, salienta-se que o trabalho promovido pela CODED/CED, ao longo do ano de 2020, foi fundamental no sentido de contribuir para o fortalecimento do trabalho docente para com o uso das tecnologias digitais e o ensino remoto. Como desafios, pontuaram-se: a) o tempo para as atividades de formação; b) a ausência de adesão por parte de alguns professores da educação básica; e c) a infraestrutura, algumas vezes, inadequada, entre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitória Maria Cunha, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Mossoró – RN – Brasil

Professora da Secretaria de Educação do Estado do Ceará. Mestranda em Ensino pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino (PONSENSINO).

Jean Mac Cole Tavares Santos, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Mossoró – RN – Brasil

Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino. Doutorado em Educação (UFPB).

Emerson Augusto de Medeios, Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Mossoró – RN – Brasil

Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino. Doutorado em Educação (UECE).

Referências

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: Presidência da República, 1996. Available: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Access: 02 Dec. 2020.

BRASIL. Parecer CNE/CEB n. 7/2010, de 07 de abril de 2010. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. Brasília, DF: MEC, 2010. Available: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=5062-parecercne-seb7-2010&Itemid=30192. Access: 21 Aug. 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2018. Available: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Access: 12 Apr. 2021.

FRANCO, M. A. R. S. Prática pedagógica e docência: Um olhar a partir da epistemologia do conceito. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, v. 97, n. 247, p. 534-551, set./dez. 2016. Available: https://www.scielo.br/j/rbeped/a/m6qBLvmHnCdR7RQjJVsPzTq/abstract/?lang=pt. Access: 09 Set. 2020.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GADOTTI, M. Boniteza de um sonho: Ensinar-e-aprender com sentido. 2. ed. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2011.

GADOTTI, M. Escola cidadã. 4. ed. São Paulo: Cortez, 1997.

GARCIA, C. M. Formação de professores: Para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

GAROFALO, D. Como as ferramentas digitais contribuem para o processo de aprendizagem? Nova Escola, 2018. Available: https://novaescola.org.br/conteudo/12714/como-as-ferramentas-digitais-contribuem-para-o-processo-de-aprendizagem. Access: 20 Apr. 2021.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: Formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2001.

LIBÂNEO, J. C. Organização e gestão da escola: Teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2004.

LÜDKE, M. A complexa relação entre o professor e a pesquisa. In: ANDRÉ, M. (org.) O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. 5. ed. Campinas, SP: Papirus, 2006.

MEDEIROS, E. A. Formação interdisciplinar de professores: Estudo pedagógico curricular sobre a licenciatura em educação do campo da Universidade Federal do Semi árido. 2019. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual do Ceará, UECE, CE. 2019. Available: https://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UECE-0_9fd8c6d01660c2d9488b9d65770626be. Access: 06 May 2021.

MEDEIROS, E. A.; VARELA, S. B. L.; NUNES, J. B. C. Abordagem Qualitativa: Estudo na Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (2004 – 2014). Holos, v. 2, p. 174-189, ago. 2017. Available: https://www.redalyc.org/pdf/4815/481554847013.pdf. Access: 19 Oct. 2020.

MINAYO, M. C. S.; DESLANDES, S. F. D. R.; GO-MES, R. Pesquisa Social: Teoria, método e criatividade. 25. ed. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2007.

NÓVOA, A. Prefácio. In: NÓVOA, A. (org.). Vida de Professores. 2. ed. Porto: Porto Editora, 1995.

PERRENOUD, P. As dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SANTOS, C. F. O ensino da leitura e a formação em serviço do professor. Revista Teias, Rio de Janeiro, v. 3, n. 5, p. 29-34, jan./jun. 2002. Available: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/view/23907/0. Access: 03 June 2021.

Publicado

01/09/2022

Como Citar

CUNHA, V. M.; SANTOS, J. M. C. T.; MEDEIOS, E. . A. de. Formação continuada de professores em tempo de pandemia: Contribuições da coordenadoria de formação docente e educação a distância do estado do Ceará. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 26, n. esp.4, p. e022106, 2022. DOI: 10.22633/rpge.v26iesp.4.17120. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/17120. Acesso em: 21 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.