A formação de professores de ciências para uma prática pedagógica inclusiva

Paloma Alinne A. Rodrigues

Resumo


No que tange à Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva, observa-se a necessidade de potencializar o currículo dos cursos de licenciatura, em especial os relacionados ao Ensino de Ciências, com disciplinas e atividades que favoreçam os conhecimentos relativos ao desenvolvimento de estratégias pedagógicas inclusivas. Além disso, considera-se relevante que as disciplinas que contemplam os aspectos inclusivos estejam alicerçadas na racionalidade prática, para possibilitar ao futuro professor subsídios para atuar com os estudantes com deficiência, síndrome e/ou transtornos. Desse modo, este trabalho tem o objetivo de apresentar resultados de uma pesquisa realizada com um grupo de licenciandos dos cursos de Física, Química, Biologia e Matemática da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) no que tange aos conhecimentos teóricos e, em especial, práticos, construídos durante o período de formação para atuar com esses estudantes no contexto regular de ensino.

Palavras-chave


Inclusão; Ensino de Ciências; Formação de Professores

Texto completo:

PDF

Referências


BENITE, A. M. C.; BENITE, C. R. M; VILELA-RIBEIRO, E. V. Educação Inclusiva, ensino de Ciências e linguagem científica: possíveis relações. Revista Educação Especial, v. 28, n. 51, jan./abr. 2015.

CAMARGO, S.; NARDI, R. A Elaboração de uma estrutura curricular e a formação de professores de Física:as intenções legais, os processos de operacionalização, os discursos dos formadores e suas práticas docentes. In: NARDI, R.; BASTOS, F. (org.). Formação de professores e práticas pedagógicas no ensino de ciências: contribuições da pesquisa na área. São Paulo: Escrituras Editora, 2008.

CAMARGO, Eder Pires de.; et al. Ensino de Física e deficiência visual: diretrizes para a implantação de uma nova linha de pesquisa. In: XVIII SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA, 2009, Vitória. Disponível em: http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xviii/sys/resumos/T0609-2.pdf. Acesso em: 07 jun. 2018.

DEIMLING, N. N. M.; CAIADO, K. R. M. Formação de professores para a educação inclusiva nos cursos de pedagogia das universidades públicas paulistas. Rev. Teoria e prática da educação, v. 15, n. 3, p. 51-64, setembro/dezembro., 2012.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas, temas básicos de educação e ensino. Editora Pedagógica e Universitária LTDA, 1986.

MIZUKAMI, M. G. N. Aprendizagem da docência: conhecimento específico, contextos e práticas pedagógicas. In: NACARATO, A. M.; PAIVA, M. A. V. (Org.). A formação do professor que ensina Matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. p. 213-231

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva: processo reconstrutivo de múltiplas faces. Ciência & Educação, Bauru, v. 12, n. 1, p. 117-128, 2006.

NÓVOA, A. Professores: Imagens do Futuro Presente. Educa Lisboa, 2009.

PERRENOUD, P.; et al. As Competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Tradução: Claudia Schilling e Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2002.




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v13.nesp2.set2018.11654



Direitos autorais 2018 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.