O estudo do meio como processo gerador do ensino, pesquisa e extensão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp2.13827

Palavras-chave:

Estudo do meio, Interdisciplinaridade, Ensino superior.

Resumo

O artigo propõe uma abordagem do método de ensino do estudo do meio como processo gerador da indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão universitária. Parte-se do debate conceitual do estudo do meio a partir de aspectos do pensamento de Célestin Freinet e Anísio Teixeira, considerando experiências históricas na Educação Básica em contextos nacionais e internacionais, para a proposição metodológica de ações inovadoras no Ensino Superior na extrapolação das barreiras físicas, sociais e culturais que separam a universidade da sociedade nos seus processos de produção do conhecimento. A base empírica do texto descreve e analisa uma experiência realizada na Universidade Federal do Sul da Bahia.

Biografia do Autor

Álamo Pimentel, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Porto Seguro – BA

Professor Associado IV. Instituto de Humanidades, Artes e Ciências. Vice Coordenador do Programa de Pós Graduação em Estado e Sociedade.

Referências

ACOSTA, Alberto. O Bem Viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos. São Paulo: Autonomia Literária, Elefante, 2016.

BAUMAN, Zygmunt. A Riqueza de Poucos Beneficia Todos Nós. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2015.

DOWBOR, Ladislau. A Era do Capital Improdutivo: porque oito famílias tem mais riqueza que a metade da população do mundo?. São Paulo: Autonomia Literária, 2017.

FREINET, Célestin. Para uma Escola do Povo. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

FREINET, Célestin. Pedagogia do Bom Senso. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

LOPES, Claudivan Sanches; PONTUSCHKA, Nídia Nacib. Estudo do Meio: Teoria e Prática. Geografia (Londrina) v. 18, n.2, 2009.

PONTUSCHKA, Nídia Nacib. O Conceito de Estudo do Meio Transforma-se... Em Tempos Diferentes, em Escolas Diferentes, com Professores Diferentes. IN: VERSENTINI, José William (Org.). O Ensino da Geografia no Século XXI. Campinas (SP): Papirus, 2004.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A Gramática do Tempo: para uma nova cultura política. São Paulo: Cortez Editora, 2008.

TEIXEIRA, Anísio. Educação e o Mundo Moderno. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1977.

UNIVERSIDADE Federal do Sul da Bahia. Plano de Ensino Aprendizagem de Universidade e Contexto Planetário. Itabuna, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Ba: UFSB, 2015.

UNIVERSIDADE Federal do Sul da Bahia. Plano Orientador. Itabuna, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Ba: UFSB, 2014.

Publicado

26/06/2020

Como Citar

PIMENTEL, Álamo. O estudo do meio como processo gerador do ensino, pesquisa e extensão. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. esp2, p. 1538–1552, 2020. DOI: 10.21723/riaee.v15iesp2.13827. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13827. Acesso em: 25 fev. 2021.