Trabalho docente na esfera pública: controvérsias e vicissitudes sob a ótica dos sujeitos da educação

Fernanda Arantes Moreira, Maria Vieira Silva

Resumo


O presente artigo propõe-se a desenvolver análises concernentes ao quadro de mutações do trabalho docente, decorrentes das atuais políticas educacionais, traduzidas nos seguintes questionamentos: Que contornos assumem o trabalho docente no contexto atual? Como se materializa o processo de precarização e de intensificação das atividades laborais no interior da escola? Como se configura a condição do professor, enquanto sujeito, na organização do trabalho escolar? Mediante o esforço interpretativo de estabelecer conexões entre a práxis cotidiana objetivada no espaço micro do universo escolar e as determinações sociais em curso na esfera macro, colocaremos em relevo, no decorrer deste trabalho, as percepções dos professores de duas escolas públicas estaduais - uma no município de Formiga - MG e a outra no município de Uberlândia – MG, aspectos concernentes as atuais dinâmicas do trabalho docente, à gestão da escola e aos processos participativos da democratização escolar.


Palavras-chave


Trabalho docente; Precarização; Políticas Educacionais;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v0i10.9300



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.