As políticas de acesso e permanência na educação superior: a busca da igualdade de resultados

Maria Lourdes Gisi, Diana Gurgel Pegorini

Resumo


Este texto tem como objeto de estudo as políticas de acesso e a evasão na educação superior. Busca analisar os avanços relacionados à ampliação do acesso a esse nível de ensino e a permanência dos estudantes. A evasão é uma problemática que tem se agravado por razões tanto de ordem econômica como aquelas decorrentes da própria instituição. Em relação à instituição, existem as expectativas não atendidas dos estudantes, o modo como se realiza a integração no mundo acadêmico e as condições relacionadas ao processo pedagógico. Discute-se o papel das instituições de ensino no que se refere à implementação de ações que possam contribuir para diminuir a evasão a partir da concepção da igualdade dos resultados, portanto do acesso, permanência e conclusão da educação superior. Trata-se de um estudo que contempla uma análise documental, com base em documentos oficiais, legislação vigente e dados de organismos nacionais e internacionais. Contempla o contexto da educação superior e a efetividade das políticas em relação às iniciativas governamentais que se relacionam com as possibilidades de ampliar o acesso e favorecer a permanência na educação superior. Na sequência, analisa-se a educação superior na perspectiva da justiça social, de modo a diminuir as disparidades existentes.

Palavras-chave


Educação Superior; Acesso e Permanência; Evasão;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v20.n1.2016.9390



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.