[Artigo Retratado] Retratação retirada conforme Decisão Liminar - Processo Digital no: 1014781-10.2024.8.26.0506

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15i4.13816

Palavras-chave:

Educação Profissional, Pessoa com deficiência, Análise de conteúdo.

Resumo

ARTICLE RETRACTED

DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v17i3.17248

 

RETIRADA DA  retração do artigo ID 13816 publicado em 30/08/2020, conforme Decisão Judicial.

A retirada ocorreu em 21/03/2024, às 18h34

 

Processo Digital no: 1014781-10.2024.8.26.0506
Classe - Assunto Procedimento Comum Cível - Indenização por Dano Moral
Requerente: Renan Antônio da Silva
Requerido: Editora Ibero Americana de Educacao Ltda
Juiz(a) de Direito: Dr(a). Roberta Luchiari Villela

 

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMARCA DE RIBEIRÃO PRETO
FORO DE RIBEIRÃO PRETO
8a VARA CÍVEL

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Autor 1, Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), Rio de Janeiro - RJ

Pesquisadora Titular. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1A. Doutorado em Saúde Pública (FIOCRUZ).

Autor 2, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF

Professor Titular Aposentado, Departamento de Sociologia. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1B. Pós-Doutorado pela Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).

Autor 3, Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS), Varginha - MG

Pesquisador no Departamento de Pesquisa. Bolsista PNPD/CAPES. Doutorado em Educação Escolar (UNESP).

Referências

ABBUD, C. F. A pedagogia da empregabilidade no site da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH). 2017. 180 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do rio Grande do Sul - UFRGS, Porto Alegre, 2017.

ALKMIM, G. V. Empregabilidade dos egressos dos cursos superiores de Tecnologia em diferentes regiões do Estado de Minas Gerais: o caso do curso de Análise e Desenvolvimento e Sistemas. 2015. 238 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Belo Horizonte, 2015.

ASSIS, S. T. G. de. A educação profissional de pessoas com deficiência: processos de inclusão. 206 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Pará – UEPA, Belém, PA, 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70 - Almedina, 2016.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. 52. ed. Brasília: Edições Câmara, 2017.

BRASIL. Lei n. 13.146, de 06 de julho de 2015. Brasília, 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm. Acesso em: 10 nov. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei 9.394, de 23 de dezembro de 1996. Brasília: MEC, 1996. Disponível em : http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 02 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF, 2014a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.p hp?option=com_docman&view=download&alias=16690-politica-nacional-de-educacao-espec ial-na-perspectiva-da-educacao-inclusiva-05122014&Itemid =30192. Acesso em: 10 jun. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília, Diário Oficial da União, 12 dez. 2012. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf. Acesso em 02 abr. 2020.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Relação Anual de Informações Sociais (2017) Análise dos principais resultados. Brasília, MTb, set. 2018. Disponível em: http://pdet.mte.gov.br/rais?view=default. Acesso em 02 abr. 2019.

BRASIL. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Convenção sobre Direitos das Pessoas com Deficiência comentada. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, 2008.

DELORS, J. Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. São Paulo: Cortez, 1998.

GARCIA, J. C. D.; GALVÃO FILHO, T. A. Pesquisa Nacional de Tecnologia Assistiva. São Paulo: ITS BRASIL/MCTI-SECIS, 2012. 68 p.

GIL, M. Caminhos da Inclusão: a história da formação profissional de pessoas com deficiência no SENAI-SP. São Paulo: SENAI-SP Editora, 2012. 248p.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Cartilha do Censo Demográfico 2010 – Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Rio de Janeiro, 2010. 215p. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/ visualizacao/periodicos/94/cd_religiao_deficiencia.pdf. Acesso em 09 jun. 2020.

JOHANN, J. Programas de Educação Profissional na APAE de Toledo, Paraná. 2011. 104 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, Cascavel, PR, 2011.

LIMA, M. P.; CAPPELLE, M. C. A. Educação Profissional de Pessoas com Deficiência: adaptações para a acessibilidade. Perspectiva, Florianópolis, v. 31, n. 3, p. 1065-1098, 2013.

MEUNOVOMUNDO. Projeto Meu Novo Mundo: um olhar diferente para a inclusão. 2014. Disponível em: http://www.meunovomundo.org.br/projeto.html. Acesso em: 10 mar. 2020.

MINAYO, M. C. de S. A inclusão da violência na agenda da saúde: trajetória histórica. Ciência & Saúde Coletiva, v. 11, p. 1259-1267, 2006.

MINARELLI, J. A. Empregabilidade: o caminho das pedras. 6. ed. São Paulo: Gente, 1995.

NEVES-SILVA, P; PRAIS, F. G.; SILVEIRA, A. M. Inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho em Belo Horizonte, Brasil: cenário e perspectiva. Ciênc. Saúde coletiva [online], v. 20, n. 8, p. 2549-2558, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pi d=S141381232015000802549&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 04 fev. 2020.

OLIVEIRA, F. C. de. Educação profissional de pessoas com deficiência: política e produção acadêmica, no Brasil, pós lei 8.213/1991. 2017. 192 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

OMS. World Health Organization. The World Bank. Relatório Mundial Sobre a Deficiência. Trad. Lexicus Serviços Linguísticos. São Paulo: SEDPcD, 2012. 334 p. Título original: World report on disability, 2011.

ROCHA, L. P.; REIS, M. B. de F.; COSTA, V. B. da. Educação especial e inclusão: diálogos sobre pesquisa, políticas e práticas. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, [S.l.], v. 15, n. esp. 1, p. 872-883, mar. 2020. ISSN 1982-5587. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13501. Acesso em: 18 jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp.1.13501

SALES, P. E. N.; OLIVEIRA, M. A. M. Políticas de educação profissional no Brasil: trajetórias, impasses e perspectivas. In: CARVALHO, M. L. M. (Org.). Cultura, saberes e práticas: memórias e história da educação profissional. São Paulo: Centro Paula Souza, 2011. p. 165-184.

SASSAKI, R. K. Como chamar as pessoas que têm deficiência? Revista da Sociedade Brasileira de Ostomizados, ano I, n. 1, p. 8-11, 2003. [Texto atualizado em 2009].

SASSAKI, R. K. Inclusão: Construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro: WVA, 2010. 180 p.

SENAI. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Departamento Nacional. Método de adequação de curso para inclusão da pessoa com deficiência. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Brasília: SENAI, 2015. 172 p., il.

SENAI. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Aprendizagem industrial: orientações para as empresas. 5. ed. São Paulo, 2018. 218 p., il.

SENAI. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Institucional: o que é o senai. 2019. Disponível em: http://www.portaldaindustria.com.br/senai/institucional/ o-que-e-o-senai/. Acesso em: 10 mar. 2020.

SENAI. T. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Iniciativas: programas e serviços. 2019a. Disponível em: http://www.portaldaindustria.com.br/senai/institucion al/programas-e-servicos/. Acesso em: 10 mar. 2020.

SILVA, R.A.; LUCIFORA, C.A.; REINA, F.T.; Muzzeti, L.R. Marcas sociais de nossos tempos: gênero, sexualidade e educação em âmbito escolar. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, [S.l.], v. 14, n. esp. 2, p. 1395-1409, jun. 2019. ISSN 1982-5587. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12607. Acesso em: 18 junho 2020. DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v14iesp.2.12607

SILVA, R. S. A inclusão no mercado de trabalho formal e a construção da identidade de pessoas com deficiência: um estudo de caso. 2014. 89 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração) - Centro Universitário UNA, Belo Horizonte, 2014.

ZANOTE, M. A. Avaliação de competências profissionais de aprendizes com deficiência: um estudo de caso. 2011. 172 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual Paulista – UNESP, Marília/SP, 2011.

Publicado

22/06/2020

Como Citar

MINAYO, M. C. de S.; DEMO, P.; SILVA, R. A. da. [Artigo Retratado] Retratação retirada conforme Decisão Liminar - Processo Digital no: 1014781-10.2024.8.26.0506. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. 4, p. 1703–1729, 2020. DOI: 10.21723/riaee.v15i4.13816. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13816. Acesso em: 23 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos

Artigos Semelhantes

1 2 3 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.