Inclusão de estudantes com deficiência no Ensino Superior: exigências de reconfiguração de saberes, concepções e práticas docentes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp2.13825

Palavras-chave:

Ensino superior, Inclusão, Desafios, Práticas pedagógicas.

Resumo

O texto reflete sobre o desafio da inclusão de estudantes com deficiência no Ensino Superior, tendo como eixos discussões sobre as políticas de acesso, a percepção discente sobre acessibilidade, a identificação de barreiras e os desafios postos à Universidade e à docência. A pesquisa baseou-se em uma abordagem qualitativa do tipo exploratória. O corpus da pesquisa se constitui de relatos de sujeitos da UFC, da UECE e da UERN, coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, em apreciação, sobre a permanência e o cotidiano vivenciado. As evidências apontam para a superação de concepções padronizadoras de desenvolvimento e aprendizagem, o fortalecimento do princípio do reconhecimento da diferença, a necessidade de instauração de uma nova racionalidade na Educação Superior e da superação de distintas barreiras à participação e à aprendizagem; indica também a necessidade de políticas institucionais intencionais para inclusão, barreiras arquitetônicas como empecilho notório a todos e, ainda, que já existem práticas pedagógicas de professores aliadas nessa construção.

Biografia do Autor

Francisca Geny Lustosa, Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza – CE

Professora Adjunta do Departamento de Estudos Especializados da Faculdade de Educação (DEE/FACED). Membro do Observatório de Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPe).

Disneylândia Maria Ribeiro, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pau dos Ferros – RN

Professora Adjunto do Departamento de Educação, do CAMEAM/UERN. Pesquisadora Institucional do Núcleo de Estudos em Educação (NEEd/CAMEAM/UERN). Doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Mestra em Educação pela Universidade Federal do Pernambuco.

Referências

BOOTH, Tony; AINSCOW, Mel. Index para a inclusão: desenvolvendo a aprendizagem e a participação nas escolas. Tradução de Mônica Pereira dos Santos e João Batista Esteves. 3. ed. Bristol: CSIE, 2012.

BRASIL, Decreto Federal nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5296.htm. Acesso em: 06 de set. de 2017.

BRASIL, Decreto Federal nº. 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5626.htm. Acesso em: 13 de jun. de 2019.

BRASIL, Decreto Federal nº 7.612, de 17 de novembro de 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Decreto/D7612.htm. Acesso em: 08 de maio de 2019.

BRASIL. Lei 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), Brasília, 2015.

CAST (2018). Universal design for learning guidelines version 2.2. Disponível em: <http://udlguidelines.cast.org/?utm_medium=web&utm_campagin=none&utm_source=cast-home>. Acesso em: 07 fev. 2019.

FERREIRA, Rebeca Costa Gadelha da Silveira Lopes. As adaptações razoáveis no modelo de educação inclusiva para estudantes surdos. 2019. 207 f.: Dissertação (Mestrado em Direito) - Faculdade de Direito, Programa de Pós-Graduação em Direito, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.

LUSTOSA, Francisca Geny. Inclusão, o olhar que ensina: o movimento da mudança e a transformação das práticas pedagógicas no contexto de uma pesquisa-ação colaborativa. Fortaleza: UFC, 2009, 295 f. Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.

MACIEL, Carina Elisabeth. ANACHE, Alexandra Ayach. A permanência de estudantes com deficiência nas universidades brasileiras. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, v. 33, n. especial 3, p. 71-86, dez. 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/er/nspe.3/0104-4060-er-03-71.pdf>. Acesso em: 29 de set. de 2019.

NUNES, Clarisse; MADUREIRA, Isabel. Desenho Universal para a Aprendizagem: Construindo práticas pedagógicas inclusivas. Da Investigação às Práticas, Portugal, v. 5, n. 2, p. 126 – 143, set. 2015. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/inp/v5n2/v5n2a08.pdf . Acesso em: 09 de abr. 2019

PIECZKOWSKI, Tania Mara Zancanaro. Avaliação da aprendizagem de estudantes com deficiência na educação superior. Rev. Bras. Estud. Pedagog. vol. 97, nº. 247. Brasília, Sept./Dec. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-66812016000300583>. Acesso em: 29 de set. de 2019.

RIBEIRO, Disneylândia Maria. Barreiras atitudinais: obstáculos e desafios à inclusão de estudantes com deficiência no ensino superior. Curitiba: CRV, 2018.

RODRIGUES, David. A Inclusão na Universidade: limites e possibilidades da construção de uma Universidade Inclusiva. Revista Educação Especial, n. 23, 2004. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/4951/2980 Acesso em: 25 de set. 2019.

SANTOS, Mônica Pereira dos; FONSECA, Michele Pereira de Souza da. Concepções de docentes e licenciandos de educação física acerca de inclusão em educação: perspectiva omnilética em discussão. Interacções, 2013, n. 23, pp. 128-145.

Publicado

26/06/2020

Como Citar

LUSTOSA, F. G.; RIBEIRO, D. M. Inclusão de estudantes com deficiência no Ensino Superior: exigências de reconfiguração de saberes, concepções e práticas docentes. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. esp2, p. 1523–1537, 2020. DOI: 10.21723/riaee.v15iesp2.13825. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13825. Acesso em: 4 mar. 2021.