Formação Superior na Rede Federal de Ensino

A materialidade do trabalho educativo em perspectiva inclusiva à luz da pedagogia histórico-crítica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v19i00.16715

Palavras-chave:

Trabalho educativo, Formação docente, Contexto inclusivo

Resumo

A pesquisa analisou a formação superior de professores no curso de Educação Física do Instituto Federal de Roraima-IFRR, tendo enquanto objetivo avaliar como o Projeto Pedagógico integra às possibilidades do trabalho educativo para atuar com os educandos sujeitos da educação especial em contexto educacional inclusivo aos objetivos curriculares do curso. Articulou-se a relação estreita entre a formação inicial e o trabalho educativo como caminho de consolidação de práticas pedagógicas de educação para todos. O texto deriva do estudo teórico-conceitual baseado na Pedagogia Histórico-Crítica. O método pauta-se no Materialismo-Histórico Dialético. As implicações foram elucidadas pela análise de conteúdo e os resultados mostraram que a formação do curso objetiva atuar de forma mediata para compor o conjunto de formação que o capital demanda. Considera-se que a formação no curso de Educação Física pouco se relaciona com o trabalho educativo para aprendizagem e desenvolvimento humano dos alunos da educação especial em contexto inclusivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Almerinda de Souza Matos, Universidade Federal do Amazonas

Professora Associada, Departamento de Teorias e Fundamentos (DTF/FACED).

Lana Cristina Barbosa de Melo, Instituto Federal de Roraima

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/FACED).

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições, 2011.

CARMO, A. A. do. Inclusão escolar e educação física: que movimentos são estes? In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DANÇA EM CADEIRA DE RODAS, 1., 2002. Anais [...]. Campinas, SP: Unicamp, Curitiba: Abradecar, 2002.

CASTRO, J. C.; ALMEIDA; M. J.; FERREIRA, V. Q. Os benefícios das intervenções pedagógicas para o desenvolvimento cognitivo do estudante com déficit intelectual. In: JORNADAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA FACULDADE INTEGRADA BRASIL AMAZÔNIA, 3., 2010. Anais [...]. Belém: [s. n.], set. 2010. Disponível em:https://unifeob.edu.br/wp-content/uploads/2021/07/anais-do-6o-encontro-cientifico-academico-da-unifeob-2020.pdf. Acesso em: 6 abr. 2021.

CHEROBINI, D. Teoria do capital, transição socialista e educação na obra de István Mészáros: Estudo introdutório. Florianópolis, SC, 2016.

DUARTE, N. As pedagogias do “aprender a aprender” e algumas ilusões da assim chamada sociedade do conhecimento. Revista Brasileira de Educação, n. 18, p. 3540, 2001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/KtKJTDHPd99JqYSGpQfD5pj/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 6 abr. 2001.

DUARTE, N. Sociedade do conhecimento ou sociedade das ilusões? Campinas, SP: Autores Associados, 2008.

DUARTE, Newton. Os conteúdos escolares e a ressurreição dos mortos. Contribuição à teoria histórico-crítica do currículo. Campinas: SP, Autores Associados, 2016.

FAVARO, N. de A. L. G.; LIMA, M. F. de. DUARTE, Newton. Sociedade do conhecimento ou sociedade das ilusões? quatro ensaios crítico-dialéticos em filosofia da educação, Campinas, SP: Autores Associados, 2003. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 9, n. 33e, p. 308–310, 2012. DOI: 10.20396/rho. v9i33e.8639544. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639544. Acesso em: 6 abr. 2021.

FLETCHER, J. Transtornos de aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FRIGOTTO, G. A cidadania negada: Políticas de exclusão na educação e no trabalho. São Paulo: Cortez, 2001.

KASSAR, M. de C. M.; REBELO, A. S. O “especial” na educação, o atendimento especializado e a educação especial. In: Seminário Nacional de Pesquisa em Educação Especial. Prática Pedagógica na Educação Especial: Multiplicidade do Atendimento Educacional Especializado. [S. l.]: Nova Almeida. 2011.

KOSIK, K. Dialética do Concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2006.

LEHER, R. Tempo, autonomia, sociedade civil e esfera pública: uma introdução ao debate a propósito dos “novos” movimentos sociais na educação In: GENTILI, Pablo; FRIGOTTO, Gaudêncio. A cidadania negada. São Paulo: Cortez/Clacso, 2001.

LEHER, R. Educação no capitalismo dependente ou exclusão educacional? In: MENDONÇA, S. de L.; SILVA, V. P. da; MILLER, S. Marx, Gramsci e Vigotski: aproximações. 2. ed. Araraquara, SP: Junqueira & Marrin, 2012.

MANTOAN, M. T. E. Inclusão escolar: o que é? por quê? como fazer? São Paulo: Moderna, 2003.

MARTINS, A. S. A educação básica no século XXI: o projeto do organismo “Todos pela Educação” Práxis Educativa. Práxis Educativa [online], v. 4, n. 1, p. 21-28, 2009.

MARX, K.; ENGELS, F. Ideologia Alemã. São Paulo: Boitempo, 2007.

MAZZOTTA, M. J. S. Inclusão Escolar e Educação Especial: das Diretrizes à Realidade das Escolas. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A. (org.). Das Margens ao Centro: perspectivas para as políticas e práticas educacionais no contexto da educação especial inclusiva. 2. ed. Araraquara, SP: Junqueira & Marin, 2010.

NOZAKY, H. T. Educação Física e reordenamento no mundo do trabalho: mediações da Regulamentação da profissão. 2004. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, 2004.

PARANÁ. Diretrizes Curriculares da Educação Física. Curitiba: Secretaria de Estado da Educação, 2008.

RAMOS, M. N. É possível uma pedagogia das competências contra hegemônica? Relações entre pedagogia das competências, construtivismo e neopragmatismo. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, 2003.

RODRIGUES, D. As promessas e as realidades da inclusão de alunos com necessidades especiais nas aulas de Educação Física. In: RODRIGUES, D. Atividade motora adaptada: a alegria do corpo. São Paulo: Artes Médicas, 2006.

RORAIMA. Plano Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação Física/2018. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR). Resolução N.º 447/CONSELHO SUPERIOR, de 26 de março de 2019. Boa Vista, 2019.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-crítica: primeiras aproximações. 10. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

SAVIANI, D. História das ideias pedagógicas no Brasil. 4. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2013.

SOUZA, S.B. Educação física inclusiva: um grande desafio para o século XXI. Revista Integração, ano 14, p. 35-38, 2002.

ZERBATO, A. P.; VILARONGA, C. A. R.; SANTOS, J. R. Atendimento Educacional Especializado nos Institutos Federais: Reflexões sobre a Atuação do Professor de Educação Especial. Rev. bras. educ. espec. [online], v. 27, 2021.

Publicado

02/01/2024

Como Citar

MATOS, M. A. de S.; MELO, L. C. B. de. Formação Superior na Rede Federal de Ensino: A materialidade do trabalho educativo em perspectiva inclusiva à luz da pedagogia histórico-crítica. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 19, n. 00, p. e024006, 2024. DOI: 10.21723/riaee.v19i00.16715. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16715. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.