Formação de professores para alunos público-alvo da educação especial: algumas considerações sobre limites e perspectivas

Autores

  • Aline Piccoli Otalara Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho, Campus de Araraquara
  • Maria Júlia Canazza Dall Acqua UNESP

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v11.esp2.p1048-1058

Palavras-chave:

Educação especial, Educação inclusiva, Formação de professores.

Resumo

O presente trabalho procura apresentar algumas considerações acerca de questões importantes relacionadas à formação e atuação de professores no Brasil visando, no entanto, focalizar mais especificamente os desafios decorrentes da inclusão escolar em escolas regulares. Compartilhando da perspectiva de que a referida inclusão escolar poderia e deveria ser entendida como um oportunidade única para o aprimoramento tanto da própria escola como de seus atores, por meio de atividades e práticas educativas, estão apresentados elementos de análise sobre responsabilidades e atribuições de professores especialistas e também demais docentes. São ainda mencionadas informações referentes ao locus de formação e possíveis desdobramentos, seja ela inicial, continuada ou em nível de especialização que, em grande maioria, manifestam-se sob a forma de despreparo para atuar diante dos desafios do cotidiano. Nessa linha de raciocínio são apontadas algumas implicações relativas a possíveis estratégias para o aprimoramento da formação, em que sobressai o trabalho colaborativo que, contudo, ainda assim não se apresenta ausente de conflitos. Finalizando são realizadas algumas indagações acerca de mudanças de paradigmas para que, efetivamente, a educação escolar possa rumar para uma reforma sistêmica que permita redesenhar políticas de educação no contexto da inclusão escolar.

Biografia do Autor

Aline Piccoli Otalara, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho, Campus de Araraquara

Doutora pelo Programa de Pós-graduação em Educação Escolar

Maria Júlia Canazza Dall Acqua, UNESP

Docente aposentada do Departamento de Psicologia da Educação, integrante do quadro de docentes permanentes do Programa de Pós-graduação em Educação Escolar e líder do grupo de pesquisa do CNPq denominado Educação Especial: contextos de formação e práticas pedagógicas.

Downloads

Publicado

27/09/2016

Como Citar

OTALARA, A. P.; CANAZZA DALL ACQUA, M. J. Formação de professores para alunos público-alvo da educação especial: algumas considerações sobre limites e perspectivas. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. esp2, p. 1048–1058, 2016. DOI: 10.21723/riaee.v11.esp2.p1048-1058. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/8943. Acesso em: 28 fev. 2021.