A gestão escolar e a formação docente: um estudo em escolas de um município paulista

Paulo Sergio Garcia, Nonato Assis de Miranda

Resumo


A gestão escolar é responsável pela organização da escola, pelo desenvolvimento dos processos pedagógicos e financeiros, pela articulação e mobilização das pessoas e também pela formação de professores. Este estudo analisou como a gestão escolar de escolas públicas de ensino fundamental, anos finais, idealiza e realiza esta formação docente. Foi utilizada para a coleta de dados a etnografia escolar, com o pesquisador inserido no contexto escolar, realizando observações a partir de protocolos, entrevistas e análise documental. Os resultados mostraram que as escolas possuíam uma gestão da formação ainda “selvagem”, marcada pela ausência de planejamento, de organização e de sistematização de objetivos e de compromissos com o desenvolvimento profissional docente. Tais questões eram decorrentes do fato de a gestão escolar não se sentir integralmente responsável pela formação dos professores e pela falta de formação dos gestores escolares. Esses dados podem ser utilizados no contexto da formação de diretores e coordenadores pedagógicos e ser utilizado como discussão nos departamentos de Educação. 


Palavras-chave


Gestão escolar. Formação de professores. Ensino fundamental.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70. 1977.

CANÁRIO, R. O Professor entre a Reforma e a Inovação. Organização e Gestão da Escola. Univesp. p. 66-83, 1999.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 8a ed. São Paulo: Cortez. 2006.

CORBIN, J.; STRAUSS, A. Basics of qualitative research: techniques and procedures for developing grounded theory. 2 ed. London: Sage Publications. 1998.

CRESWELL, J. Educational Research: Planning, Conducting, and Evaluating Quantitative and Qualitative Research. New Jersey: Merrill Prentice Hall. 2005.

CRESWELL, J. Investigação qualitativa e projeto de pesquisa: escolhendo entre cinco abordagens. Trad. Sandra Mallmann da Rosa; Revisão Técnica Dirceu da Silva. 3. ed. Porto: Penso, 2014.

CUNHA, R. C. O. B.; PRADO, G.V.T. Formação centrada na escola, desenvolvimento pessoal e profissional de professores. Revista de Educação PUC – Campinas, n. 28, p. 103-113, 2010.

DUFOUR, R.; MARZANO, R. High-leverage strategies for principals leadership? Educational Leadership, v. 66, n. 5, p. 62-68, 2009.

DUFOUR, R.; FULLAN, M. Built to last: Systemic PLCs at work. Bloomington. 2013.

FRANCO, M. J. N.; GONÇALVES, L. S. M. Coordenação pedagógica e formação de professores: caminhos de emancipação ou dependência profissional. Psicol. da Educ., São Paulo, 37, 2013, pp. 63-71.

FULLAN, M. All Systems go. Thousand Oaks, CA: Corwin Press. 2010.

FULLAN, M. The Principal: Three keys to maximizing impact. San Francisco: Jossey-Bass, 2014.

FULLAN, M.; HARGREAVES, A. A escola como organização aprendente: buscando uma educação de qualidade. Porto Alegre: Artmed, 2000.

FUSARI, J. C. Formação contínua de educadores na escola e em outras situações. In: BRUNO, E. B. G.; ALMEIDA, L. R.; CHRISTOV, L. H. S. (Org). O coordenador pedagógico e a formação docente. 3. Ed, São Paulo: Loyola, 2009, p. 17-24.

GARCIA, P. S. Inovações e mudanças: por que elas não acontecem nas escolas? Uma macroanálise envolvendo professores de ciências. 1. ed. São Paulo: LCTE Editora, 2010.

GARCIA, P. S. Um estudo de caso analisando a infraestrutura das escolas de ensino fundamental. Cadernos de Pesquisa: pensamento educacional. Curitiba: Online, v. 9, p. 153-175, 2014.

GARRIDO. E. Espaço de formação continuada para professor coordenador. In: BRUNO, E. B. G.; ALMEIDA, L. R.; CHRISTOV, L. H. S. (Org.). O coordenador pedagógico e a formação docente. 10 ed. São Paulo: Loyola, 2009, p. 09-15.

GRIGOLI, J. A. G.; et al. A escola como lócus de formação docente: uma gestão bem-sucedida. Cad. Pesquisa, v. 40, n. 139, p. 237-256, 2010.

LEITHWOOD, K.; SEASHORE LOUIS, K. Linking leadership to student learning. San Francisco, CA: Jossey-Bass.

LIBÂNEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F.; TOSCHI, M. S. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2007.

LÜCK, H. Dimensões da gestão escolar e suas competências. Curitiba: Editora Positivo, 2009.

MACHADO, J.; FORMOSINHO, J. Professores, escola e formação. Política e práticas de formação contínua. In.: FORMOSINHO, J. (Org.) Formação de professores: aprendizagem profissional e acção docente. Porto Editora, 2009, p.287-302.

MENDES, C. C. T. HTPC: hora de trabalho perdida coletivamente? 2008, 113p. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Educação, Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho, Presidente Prudente/SP, 200.

ÍNDICE FIRJAN DE DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL. Relatório Técnico. Disponível em: . Acesso em: 19 nov. 2016.

ORGANIZATION FOR ECONOMIC COOPERATION AND DEVELOPMENT. TALIS 2013: Technical Report. OECD Publishing. Paris.

OLIVEIRA, N. A. R. DE. A HTPC como espaço de formação: uma possibilidade. Dissertação (Mestrado). Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2006.

PARENTE, J. M. Gerencialismo e performatividade na gestão educacional do estado de São Paulo. Tese (Doutorado em Educação) apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologias da Unesp, Presidente Prudente (SP), 2016. 134p.

PARO, V. H. Administração Escolar: introdução crítica. 17. ed. revista e ampliada. São Paulo: Cortez, 2012.

PARO, V. H. Crítica da estrutura da escola. São Paulo: Cortez, 2011.

RAMOS, G. P. Racionalidade e gerencialismo na política educacional paulista de 1995 a 2014: muito além das conjunturas. Ensaio, v. 24, n. 92, 2016.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE SÃO CAETANO DO SUL. Regimento Escolar, n 1, p. 44, 2011.

SAGRILLO, D. R.; PEREIRA, S. M., ZIENTARSKI, C. O espaço da escola na formação continuada de professores: lócus de conquista ou mera formalidade? Perspectiva, Florianópolis, v. 30, n. 3, 1045-1072, set./dez. 2012.




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n4.out./dez.2017.9283



Direitos autorais 2017 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.