A gestão escolar e a formação docente: um estudo em escolas de um município paulista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n4.out./dez.2017.9283

Palavras-chave:

Gestão escolar. Formação de professores. Ensino fundamental.

Resumo

A gestão escolar é responsável pela organização da escola, pelo desenvolvimento dos processos pedagógicos e financeiros, pela articulação e mobilização das pessoas e também pela formação de professores. Este estudo analisou como a gestão escolar de escolas públicas de ensino fundamental, anos finais, idealiza e realiza esta formação docente. Foi utilizada para a coleta de dados a etnografia escolar, com o pesquisador inserido no contexto escolar, realizando observações a partir de protocolos, entrevistas e análise documental. Os resultados mostraram que as escolas possuíam uma gestão da formação ainda “selvagem”, marcada pela ausência de planejamento, de organização e de sistematização de objetivos e de compromissos com o desenvolvimento profissional docente. Tais questões eram decorrentes do fato de a gestão escolar não se sentir integralmente responsável pela formação dos professores e pela falta de formação dos gestores escolares. Esses dados podem ser utilizados no contexto da formação de diretores e coordenadores pedagógicos e ser utilizado como discussão nos departamentos de Educação. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Sergio Garcia, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Professor do departamento de Educação, dos cursos de mestrado e doutorado. Coordenador do Observatório de Educação do Grande ABC

Nonato Assis de Miranda, Universidade Municipal de São Caetano do Sul.

Professor do departamento de Educação e dos cursos de mestrado. Coordenador do curso de Pedagogia.

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70. 1977.

CANÁRIO, R. O Professor entre a Reforma e a Inovação. Organização e Gestão da Escola. Univesp. p. 66-83, 1999.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 8a ed. São Paulo: Cortez. 2006.

CORBIN, J.; STRAUSS, A. Basics of qualitative research: techniques and procedures for developing grounded theory. 2 ed. London: Sage Publications. 1998.

CRESWELL, J. Educational Research: Planning, Conducting, and Evaluating Quantitative and Qualitative Research. New Jersey: Merrill Prentice Hall. 2005.

CRESWELL, J. Investigação qualitativa e projeto de pesquisa: escolhendo entre cinco abordagens. Trad. Sandra Mallmann da Rosa; Revisão Técnica Dirceu da Silva. 3. ed. Porto: Penso, 2014.

CUNHA, R. C. O. B.; PRADO, G.V.T. Formação centrada na escola, desenvolvimento pessoal e profissional de professores. Revista de Educação PUC – Campinas, n. 28, p. 103-113, 2010.

DUFOUR, R.; MARZANO, R. High-leverage strategies for principals leadership? Educational Leadership, v. 66, n. 5, p. 62-68, 2009.

DUFOUR, R.; FULLAN, M. Built to last: Systemic PLCs at work. Bloomington. 2013.

FRANCO, M. J. N.; GONÇALVES, L. S. M. Coordenação pedagógica e formação de professores: caminhos de emancipação ou dependência profissional. Psicol. da Educ., São Paulo, 37, 2013, pp. 63-71.

FULLAN, M. All Systems go. Thousand Oaks, CA: Corwin Press. 2010.

FULLAN, M. The Principal: Three keys to maximizing impact. San Francisco: Jossey-Bass, 2014.

FULLAN, M.; HARGREAVES, A. A escola como organização aprendente: buscando uma educação de qualidade. Porto Alegre: Artmed, 2000.

FUSARI, J. C. Formação contínua de educadores na escola e em outras situações. In: BRUNO, E. B. G.; ALMEIDA, L. R.; CHRISTOV, L. H. S. (Org). O coordenador pedagógico e a formação docente. 3. Ed, São Paulo: Loyola, 2009, p. 17-24.

GARCIA, P. S. Inovações e mudanças: por que elas não acontecem nas escolas? Uma macroanálise envolvendo professores de ciências. 1. ed. São Paulo: LCTE Editora, 2010.

GARCIA, P. S. Um estudo de caso analisando a infraestrutura das escolas de ensino fundamental. Cadernos de Pesquisa: pensamento educacional. Curitiba: Online, v. 9, p. 153-175, 2014.

GARRIDO. E. Espaço de formação continuada para professor coordenador. In: BRUNO, E. B. G.; ALMEIDA, L. R.; CHRISTOV, L. H. S. (Org.). O coordenador pedagógico e a formação docente. 10 ed. São Paulo: Loyola, 2009, p. 09-15.

GRIGOLI, J. A. G.; et al. A escola como lócus de formação docente: uma gestão bem-sucedida. Cad. Pesquisa, v. 40, n. 139, p. 237-256, 2010.

LEITHWOOD, K.; SEASHORE LOUIS, K. Linking leadership to student learning. San Francisco, CA: Jossey-Bass.

LIBÂNEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F.; TOSCHI, M. S. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2007.

LÜCK, H. Dimensões da gestão escolar e suas competências. Curitiba: Editora Positivo, 2009.

MACHADO, J.; FORMOSINHO, J. Professores, escola e formação. Política e práticas de formação contínua. In.: FORMOSINHO, J. (Org.) Formação de professores: aprendizagem profissional e acção docente. Porto Editora, 2009, p.287-302.

MENDES, C. C. T. HTPC: hora de trabalho perdida coletivamente? 2008, 113p. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Educação, Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho, Presidente Prudente/SP, 200.

ÍNDICE FIRJAN DE DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL. Relatório Técnico. Disponível em: <http://www.firjan.org.br/ifdm/>. Acesso em: 19 nov. 2016.

ORGANIZATION FOR ECONOMIC COOPERATION AND DEVELOPMENT. TALIS 2013: Technical Report. OECD Publishing. Paris.

OLIVEIRA, N. A. R. DE. A HTPC como espaço de formação: uma possibilidade. Dissertação (Mestrado). Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2006.

PARENTE, J. M. Gerencialismo e performatividade na gestão educacional do estado de São Paulo. Tese (Doutorado em Educação) apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologias da Unesp, Presidente Prudente (SP), 2016. 134p.

PARO, V. H. Administração Escolar: introdução crítica. 17. ed. revista e ampliada. São Paulo: Cortez, 2012.

PARO, V. H. Crítica da estrutura da escola. São Paulo: Cortez, 2011.

RAMOS, G. P. Racionalidade e gerencialismo na política educacional paulista de 1995 a 2014: muito além das conjunturas. Ensaio, v. 24, n. 92, 2016.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE SÃO CAETANO DO SUL. Regimento Escolar, n 1, p. 44, 2011.

SAGRILLO, D. R.; PEREIRA, S. M., ZIENTARSKI, C. O espaço da escola na formação continuada de professores: lócus de conquista ou mera formalidade? Perspectiva, Florianópolis, v. 30, n. 3, 1045-1072, set./dez. 2012.

Downloads

Publicado

15/10/2017

Como Citar

GARCIA, P. S.; MIRANDA, N. A. de. A gestão escolar e a formação docente: um estudo em escolas de um município paulista. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 12, n. 4, p. 2210–2230, 2017. DOI: 10.21723/riaee.v12.n4.out./dez.2017.9283. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/9283. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.