A relação entre saberes docentes e a formação continuada: teses e dissertações 2012-2017

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v14i4.12276

Palavras-chave:

Estado do conhecimento, Saberes docentes, Formação continuada.

Resumo

Pensar a qualidade nos processos educativos implica diretamente na formação de professores, inicial e continuada. No presente trabalho, propomos um olhar sob um recorte de teses e dissertações sobre os saberes docentes e formação continuada com o objetivo de identificar e sistematizar as contribuições apresentadas pelos autores, os caminhos metodológicos, referenciais teóricos evidenciados, cenários e sujeitos envolvidos, suas problematizações, bem como as instituições e programas promotores. Para tanto, sob uma abordagem qualitativa, realizamos um Estado do Conhecimento, envolvendo 12 produções. Ao final, tecemos considerações sobre as contribuições dessas para o campo da pesquisa de formação de professores.

Biografia do Autor

Ivan Fortunato, IFSP itapetininga; Universidade Federal de São Carlos (Ufscar - Sorocaba).

Doutor em Desenvolvimento Humano e Tecnologias e Doutor em Geografia, ambos pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Rio Claro. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), campus Itapetininga e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSCAr, campus Sorocaba.

Referências

BULATY, A. Os saberes docentes no contexto da implantação da proposta curricular do município de Irati/Paraná (2009/2012). 171 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Ponta Grossa, 2014.

DE PAULA, B. X. Educação para as Relações Étnico Raciais e o estudo da história e cultura da África e Afro-Brasileira: Formação Saberes e Práticas Educativas. 327 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia, 2014.

FERREIRA, P. R. (Res) significação dos saberes docentes para educação infantil, a partir do diálogo com a Etnomatemática. 120 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de São Carlos. Sorocaba, 2015.

LABARCE, E. C. Atividades Práticas no Ensino de Ciências: saberes docentes e formação do professor. 231 f. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência) - Universidade Estadual Paulista. Bauru, 2014.

LUCIO, E. O. A palavra conta, o discurso desvela: saberes docentes na formação continuada de leitura e escrita. 220 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2016.

PEREIRA, P. S.; FORTUNATO, I.; LOURENÇO, C. A educação ambiental em periódicos brasileiros de ensino de física. Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, v. 11, n. 2, p. 127-138, 2016.

PASSOS, S. F. Docência no ensino superior privado: saberes e práticas. 114 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Vale do Sapucaí. Pouso Alegre, 2015.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “Estado da Arte”. Revista Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, 2006.

RODRIGUES, F. M. Os saberes docentes num curso de formação continuada em ensino de astronomia: desafios e possibilidades de uma abordagem investigativa. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Santa Cruz. Ilhéus, 2016.

SANTOS, M. I. M. O lugar dos saberes experienciais dos professores no programa Pacto nacional pela alfabetização na idade certa epresentações sociais de saberes docentes: formação inicial e continuada. 177 f. Tese (Doutorado em Educação nas Ciências) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Ijuí, 2015.

SILVA, F. C. Saberes docentes e formação continuada: concepções de docentes formadores atuantes em curso na modalidade a distância. 165 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal do Pará. Belém, 2015.

SILVA, M. H. Saberes docentes na/da formação continuada de professores que ensinam matemática no ciclo de alfabetização. 119 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2014.

SANTOS, M. I. M.. O lugar dos saberes experienciais dos professores no programa Pacto nacional pela alfabetização na idade certa. 177 f. Tese (Doutorado em Educação nas Ciências) - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Ijuí, 2015.

SHINOMIYA, G. K. Saberes e práticas docentes para a inovação curricular: uma análise das práticas da sala de aula. 168 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo. São Paulo 2013.

SILVA, A. C.; FORTUNATO, I. Jogos na formação inicial de professores de física: mapeando a produção bibliográfica nacional. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 1, n. 4, p. 56-63, 2016.

TARDIF, M. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 13, p. 5-24, 2000.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Trad. Francisco Pereira. 14ª. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

UGGIONI, J. S. Representações sociais de saberes docentes: formação inicial e continuada. 147 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo. São Paulo 2013.

Publicado

02/09/2019

Como Citar

MONTEIRO, L.; FORTUNATO, I. A relação entre saberes docentes e a formação continuada: teses e dissertações 2012-2017. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 14, n. 4, p. 2260–2274, 2019. DOI: 10.21723/riaee.v14i4.12276. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12276. Acesso em: 4 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos