Gestão universitária: políticas comparadas de monitoramento do programa bolsa permanência em universidades federais brasileiras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v14iesp.3.13036

Palavras-chave:

Políticas públicas, Ensino superior, Avaliação, Controle social.

Resumo

O presente artigo estabelece uma discussão sobre a necessidade de se criar mecanismos de monitoramento e avaliação para o Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES), em universidades federais brasileiras. Em específico, toma-se por objetivo investigar os instrumentos de monitoramento e avaliação do Programa de Bolsa Permanência, implantado em cinco universidades federais, a saber: UFAC, UFPR, UFS, UFU e UFV. A seleção feita toma como base a análise de dados obtidos em auditorias da Controladoria Geral da União (CGU), por meio do Relatório de Avaliação dos Resultados da Gestão nº 201601866/CGU; os quais apontam a presença de tais instrumentos somente nessas universidades. No presente estudo, adotam-se as metodologias qualitativa e survey, como mecanismos para obter dados e informações de um determinado grupo. A partir dessa análise, foi possível observar, entre outros aspectos, que as universidades pesquisadas desenvolvem a política de monitoramento das ações de Assistência Estudantil, a fim de atender não apenas ao inciso II, do artigo 5º, do Decreto nº 7.234/2010, que prevê a execução de monitoramento e avaliação do programa; mas também, para obtenção de informações durante o processo, com vistas a possibilitar possíveis ajustes da política local, de forma imediata.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Carla Teixeira da Costa Brito, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Aluna especial do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal da Grande Dourados. Mestra em Administração Pública (PROFIAP - UFGD). Graduação em Letras pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), concluida no ano de 2007 e Pedagogia (UNINTER). Pós - Graduação em Letras/Lato Sensu - Área de Concentração em Estudos Lingüísticos pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul/UEMS no ano de 2009. É servidora pública da Universidade Federal da Grande Dourados. Pesquisadora na área de Políticas Públicas, Política de Assistência Estudantil.

Ana Karoliny Teixeira da Costa, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal da Grande Dourados. Mestra em Letras, PPGL/UFGD, Dourados.

Vera Luci de Almeida, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (2009). Atualmente é docente associada da Universidade Federal da Grande Dourados.

Referências

ALVES, J. M. A assistência estudantil no âmbito da política de Ensino Superior Pública. Serviço Social em Revista. V. 5, n. 1. Jul./dez. 2002. Londrina – PR: UEL, 2002. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/ssrevista>. Acesso em: 03 ago. 2018.

ARRETCHE, M. T.S. Tendências no estudo sobre avaliação. In: RICO. E. M. (Org.). Avaliação de políticas sociais: uma questão de debate. São Paulo: Cortez, 2009. Acesso em: 06 nov. 2018.

BATTISTUZ, G. Z. Monitoramento e avaliação de políticas públicas de turismo: uma análise do Plano de Desenvolvimento do Turismo do Paraná 2008-2011. 2014. 188f. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas) - Universidade Estadual de Maringá, Maringá.

BRASIL. Decreto n° 7.234 de 19 de julho de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil – PNAES. Brasília, 2010. Acesso em: 20 set. 2018.

BRITO, A. C. T. C. Institucionalização de uma política de monitoramento do Programa Bolsa Permanência da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Dissertação (Mestrado em Administração Pública) - Universidade Federal da Grande Dourados, 2018. Disponível no Repositório Institucional da UFGD em: <https://portal.ufgd.edu.br/setor/biblioteca/repositório>.

CONDÉ, E. S. Abrindo a Caixa: dimensões e desafios na análise de Políticas Públicas. Revista Pesquisa e Debate em Educação, v. 2, n. 2, 2013. Acesso em: 16 jul. 2018.

CRESWELL, J. W. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010. Acesso em: 20 out. 2018.

FERNANDES, F. S. Políticas públicas e monitoramento na Educação Infantil. Estudos em Avaliação Educacional, v. 25, n. 58, p. 44-72, 2014. Acesso em: 10 jun. 2018

SECCHI, L. Políticas públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos. São Paulo: Cengage Learning, 2010. Disponível em: Acesso em 23 jun. 2018.

TCU. TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Relatório de auditoria operacional em açõesda rede federal de educação profissional, científica e tecnológica. Brasília: TCU/Seprog, 2012. Disponível em: Acesso em jun. 2018.

Publicado

30/08/2019

Como Citar

BRITO, A. C. T. da C.; COSTA, A. K. T. da; ALMEIDA, V. L. de. Gestão universitária: políticas comparadas de monitoramento do programa bolsa permanência em universidades federais brasileiras. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 14, n. esp.3, p. 1862–1875, 2019. DOI: 10.21723/riaee.v14iesp.3.13036. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13036. Acesso em: 2 dez. 2021.