Corrida de orientação, esporte orientação, orientação

Um estudo de revisão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i2.15331

Palavras-chave:

Orientação, Escola, Educação Básica

Resumo

O trabalho objetivou investigar as noções ou terminologias vinculadas à Corrida de Orientação, Esporte Orientação e Orientação, bem como as suas especificidades e o modo como são utilizadas. No intuito de atingir o objetivo da pesquisa, optamos pela revisão integrativa e, especificamente, para a produção de dados, optamos pelas seguintes bases: Banco de Teses e Dissertações da CAPES; SciELO; LILACS, e, por fim, os anais do CBAA, devido à sua relevância nacional e internacional no âmbito das Atividades de Aventura. Considerando os dados encontrados, foi possível perceber que: a) apesar de haver uma indicação da Confederação para o uso da nomenclatura, as práticas extrapolam a padronização propagada pelas instituições esportivas; b) ficou-nos evidente a ausência de uma terminologia matricial; c) por fim, tornou-se evidente nos estudos a potência da Orientação enquanto elemento educativo para a escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Leocadio Bitencourt Sombra, Centro Universitário de Volta Redonda – (UniFOA), Volta Redonda – RJ – Brasil

Mestranda (MECSMA).

Cassio Martins, Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), Volta Redonda - RJ - Brasil

Professor Titular. Mestrado profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente.

Cassiane Leite Nunes, Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), Volta Redonda - RJ - Brasil

Graduanda em Educação Física.

Referências

BEZERRA, K. R. P. Alfabetização cartográfica a partir do esporte de orientação. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual do Mato Grosso, Campo Grande, MS, 2018.

CAUPER, D. C. O ensino do esporte orientação na escola: possibilidades e limites de uma proposta à luz da metodologia crítico-superadora. 2018. 388 f. Dissertação (Mestrado em Ensino na Educação Básica) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.

CERTEAU, M. de. A invenção do cotidiano. 1. Artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1996.

GINZBURG, C. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. In: Mitos, Emblemas e Sinais. São Paulo: CIA das Letras, 1989. p. 143-275.

HARTMAN, A. O Desporto Orientação como ferramenta para o ensino da Matemática. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

LACERDA, M. P. de. Em práticas pedagógicas e investigativas... a surpresa. Revista Entreideias, Salvador, v. 4, n. 1, p. 7-22, jan./jun. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/entreideias/article/view/8260. Acesso em: fev. 2021.

LARROSA, J. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, p. 20-28, jan./abr. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/Ycc5QDzZKcYVspCNspZVDxC/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: fev. 2021.

MAFFESOLI, M. A terra fértil do cotidiano. Revista FAMECOS: mídia, cultura e gtecnologia, Porto Alegre, v. 15, n. 36, p. 5-9, ago. 2008. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/4409/3308. Acesso em: 15 maio 2021.

PAIS, J. M. Vida cotidiana: enigmas e revelações. São Paulo: Editora Cortez, 2003. p. 272.

SENNET, R. O Artífice. 5. ed. São Paulo: Record, 2009. 362 p.

SCHERMA, E. P. Corrida de orientação: uma proposta metodológica para o ensino da Geografia e da cartografia. 2010. Tese (Doutorado em Geociências e Ciências Exatas) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2010.

SILVA, A. M. da. Esporte orientação e formação de professores de Geografia: uma experiência com cartografia escolar. 2012. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2012.

SILVA, F. H. Corrida de Orientação: estratégia pedagógica, para Educação Física na Educação Profissional e Tecnológica. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica) – Instituto Federal do Paraná, Curitiba, 2019.

SILVA, M. C. Aplicabilidade da Prática Corporal “Esporte de orientação” no espaço escolar. 2020. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Campus de Presidente Prudente, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2020.

SOUSA, M. T.; SILVA, M. D.; CARVALHO, R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Revista Einstein, v. 8, n. 1, p. 102-106, 2010. Disponível em: https://journal.einstein.br/pt-br/article/revisao-integrativa-o-que-e-e-como-fazer/. Acesso em: 12 mar. 2021.

TAHARA, A. K.; CAGLIARI, M. S.; DARIDO, S. C. Celular, corrida de orientação, Educação Física Escolar: elaboração e avaliação de um material didático. Arquivos de Ciências do Esporte, Uberaba, v. 5, n. 1, p. 2-5, 2017. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/aces/article/view/1983. Acesso em: 10 maio 2021.

TEIXEIRA et al. Socialidade, Tribos Urbanas e o cotidiano dos(as) ciclistas de Volta Redonda. In: COLÓQUIO TÉCNICO-CIENTÍFICO DO UNIFOA, 8., 2019, Volta Redonda. Anais [...]. Volta Redonda: Centro Universitário de Volta Redonda – FOA, 2019.

UVINHA, R. R. Esportes radicais nas aulas de educação física do ensino fundamental. In: UVINHA, R. R.; MOREIRA, E. C. (org.). Educação Física escolar: desafios e propostas. Jundiaí, SP: Fontoura, 2004. p. 99-111.

Publicado

01/04/2022

Como Citar

SOMBRA, F. L. B.; MARTINS, C.; NUNES, C. L.; ALVES, M. P. Corrida de orientação, esporte orientação, orientação: Um estudo de revisão. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 2, p. 1557–1577, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i2.15331. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15331. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Pesquisas