O modelo de reflexação - na - ação de Donald Schön na formação inicial de professores em anais completos do colóquio internacional de educação e contemporaneidade (Educon) em Sergipe Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v14i2.11788

Palavras-chave:

Formação docente, Reflexão – na – ação, Publicações.

Resumo

O trabalho apresentado analisa 12 (doze) artigos sobre a formação de professores publicados nos últimos três anos no Colóquio Internacional de Educação e Contemporaneidade (EDUCON) que, apresentassem uma ligação direta ou indireta com o modelo de reflexão- na – ação de Donald Schön (2000). O objetivo foi identificar a utilização do termo profissional reflexivo, como está sendo discutido ou se é citado o modelo de reflexão-na-ação nos trabalhos publicados nos anais do referido evento. A metodologia adotada foi a análise de conteúdo, e constatou-se que a maior parte dos trabalhos chegam a conclusão da necessidade de se rever a formação inicial docente, porém, esta formação inicial, precisa incorporar um modelo reflexivo. Grande parte das publicações aqui investigadas, abordam sobre a formação continuada, não trazendo reflexões suficiente sobre este processo de reflexão nos cursos de graduação.

Biografia do Autor

Alana Danielly Vasconcelos, Universidade Federal de Sergipe

Professora Adjunta nos Cursos de Graduação da Faculdade São Luís de França (FSLF). Doutoranda em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da (UFS). Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente da (UFS).

Luiz Anselmo Menezes Santos, Universidade Federal de Sergipe

Professor Associado do Departamento de Educação Física da (UFS) e Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da (UFS). Mestre e Doutor em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Anne Alilma Silva Souza Ferrete, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Professora Associada do Departamento de Educação da (UFS) e Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da (UFS). Mestre em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 4. ed. Lisboa: Edições 70, 2010.

BRASIL. Parecer nº 9 de 08 de maio de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Diário Oficial da União, Brasília, l8 jan.2002, Seção 1, p.31.

BRASIL. Resolução nº 02 de 1º de julho de 2015. Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/agosto-2017-pdf/70431-res-cne-cp-002-03072015-pdf/file. Acesso em: 03 jun. 2018.

DEWEY, J. Como pensamos. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1959.

DEWEY. J. Democracia e educação. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1979.

NÓVOA, A. Desafios do trabalho do professor no mundo contemporâneo. Palestra proferida no Parlamento Latino-Americano - Parlatino de São Paulo, em 05.10. 2006. Palestra publicada na Revista Simpro-SP, São Paulo, p. 01-24, 2007.

PERRENOUD, P; ALTET, M; CHARLIER, É; PAQUAY, L. “Fecundas incertezas ou como formar professores antes de ter todas as respostas”. In: PERRENOUD, P; PAQUAY, L; ALTET, M; CHARLIER, É. (Org.) Formando professores profissionais. Quais estratégias? Quais competências? 2. ed. rev. Porto Alegre: Artmed, 2001. p. 211-223.

PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. (orgs.). Professor Reflexivo no Brasil: gênese e Crítica de um conceito. 5. Ed. São Paulo: Cortez, 2008.

SCHÖN, D. A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Trad. Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo "estado da arte" em educação. Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Brasil. Revista Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, set./dez., 2006.

ROMANOWSKI, J. P. Formação e profissionalização docente. 3. ed. rev. e atual. Curitiba: Ibpex, 2007.

ZEICHNER. K. M. A formação reflexiva de professores: idéias e práticas. Lisboa: EDUCA, 1993.

ZEICHNER, K. M. Uma análise crítica sobre a “reflexão” como conceito estruturante na formação docente. XIV Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino (ENDIPE). Porto Alegre, 2008. Tradução e revisão técnica de Júlio Emílio Diniz-Pereira. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v29n103/12.pdf. Acesso em: 24 maio 2018.

Publicado

28/07/2020

Como Citar

Vasconcelos, A. D., Santos, L. A. M., & Ferrete, A. A. S. S. (2020). O modelo de reflexação - na - ação de Donald Schön na formação inicial de professores em anais completos do colóquio internacional de educação e contemporaneidade (Educon) em Sergipe Brasil. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 14(2), 573–585. https://doi.org/10.21723/riaee.v14i2.11788

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)