As pesquisas em educação especial na ANPEd: a produção do conhecimento nas reuniões científicas nacionais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15i3.12426

Palavras-chave:

Educação Especial, ANPEd, GT educação especial.

Resumo

Este texto apresenta uma análise dos trabalhos publicados nas últimas seis Reuniões Científicas Anuais da ANPEd (2010, 2011, 2012, 2013, 2015 e 2017), especificamente no Grupo de Trabalho Educação Especial (GT 15). A análise dos dados mostrou, dentre outros elementos, que um significativo número de pesquisas está voltado às políticas públicas, à surdez, às práticas pedagógicas e ao Atendimento Educacional Especializado, interesses de pesquisa que podem estar relacionados à proposição da Política Nacional da Educação Especial de 2008.

Biografia do Autor

Mariana Luzia Corrêa Thesing, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria – RS

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação (UFSM). Professora do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (CA/UFSC).

Fabiane Adela Tonetto Costas, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria – RS

Doutorado em Educação (UFRGS). Pós-Doutorado pela Universidade do Minho – Portugal. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Maria e professora do Departamento de Fundamentos da Educação, do Centro de Educação, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM/RS)

Referências

BRASIL. Política nacional de educação especial na perspectiva inclusiva. Brasília, DF: SEESP, 2008.

ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: buscando rigor e qualidade. Cadernos de Pesquisa, n. 113, p. 51-64, 2001.

FANTINATO, Aline Costa; MENDES, Enicéia Gonçalves. Análise da produção científica em dissertações e teses com foco no funcionamento das salas de recursos. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 11, n.4, p. 2087-2103, out./dez. 2016.

FELICIO, Natália Costa de; PEREZ CAMPOS, Juliane Ap. de Paula. A inclusão escolar no contexto do ensino médio: análise das produções em periódico científico. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 12, n. 3, p. 1710-1720. jul./set. 2017.

FERRAZ, Ana Paula dos Santos; MEDEIROS, Bruna de Assunção; COSTAS, Fabiane Adela Tonetto. Escolarização dos estudantes com dificuldades de aprendizagem frente às atuais políticas de inclusão. In: SOARES, Ilma Maria Fernandes; ALMEIDA, Márcia Tereza Fonseca; SILVA, Renato Martins e (Orgs.). Temas em Debate. 1. ed. Rio de Janeiro/RJ: Dictio Brasil, 2017, v. II, p. 45-73.

FERREIRA, Júlio Romero; BUENO, José Gerado Silveira. Os 20 anos do GT Educação Especial: gênese, trajetória e consolidação. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 17, p. 143-170, maio/ago. 2011.

FREIRE, Paulo. A educação é um ato político. Cadernos de Ciência, Brasília, n. 24, p. 21-22, 1991.

FREITAS, Clariane do Nascimento de. Dislexia, educação superior e aprendizagem: uma análise da subjetividade e dos processos compensatórios a partir da Teoria Histórico-Cultural. Orientadora: Fabiane Adela Tonetto Costas. 2019. 223 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, RS, 2019.

GARCIA, Rosalba Maria Cardoso; MICHELS, Maria Helena. A política de educação especial no Brasil (1991-2011): uma análise da produção do GT15 - educação especial da ANPED. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 17, p. 105-123, maio/ago. 2011.

JESUS, Denise Meyrelles de; BARRETO, Maria Aparecida Santos Corrêa; GONÇALVES, Agda Felipe da Silva. A formação do professor olhada no/pelo GT-15 - educação especial da ANPEd: desvelando pistas. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 17, p. 77-92, maio/ago. 2011.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 6. ed. 7. reimpr. São Paulo: Atlas, 2009.

MARQUES, Luciana Pacheco; CARNEIRO, Carla Toscano; ANDRADE, Josiane da Silva; MARTINS, Nathalia Toledo; GONÇALVES, Rafael Marques. Analisando as pesquisas em educação especial no Brasil. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 14, n. 22, p. 251-272, maio/ago. 2008.

MÉSZAROS, István. A educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MOROSINI, Marília Costa. Estado do conhecimento e questões do campo científico. Educação, Santa Maria, v. 40, n. 1, p. 101-116, 2015.

MOROSINI, Marília Costa; FERNANDES, Cleoni Maria Barboza. Estado do Conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação Por Escrito, v. 5, n. 2, p. 154-164, 2014.

PARAÍSO, Marlucy Alves. Pesquisas pós-críticas em educação: esboço de um mapa. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 122, p. 283-303, maio/ago. 2004.

RIBEIRO, Márden de Pádua. Teorias críticas e pós-críticas: pelo encontro em detrimento do radicalismo. Movimento - Revista de Educação, ano 3, n. 5, p. 284-317, 2016.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominas do tipo “Estado da Arte” em educação. Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, 2006.

SÁNCHEZ GAMBOA, Sílvio. Pesquisa em educação: métodos e epistemologias. 2. ed. Chapecó: Editora Argos, 2007. 193 p.

SENADO FEDERAL. Gabinete do Senador Major Olimpio. Projeto de Lei n., de 2019. Institui a Política Nacional para Educação Especial e Inclusiva, para atendimento às pessoas com Transtorno Mental, Transtorno do Espectro Autista (TEA), deficiência Intelectual e Deficiências Múltiplas. Brasília, 2019. Disponível em: https://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=7972697&ts=1571777110791&disposition=inline. Acesso em: fev. 2020.

THESING, Mariana Luzia Corrêa; COSTAS, Fabiane Adela Tonetto. As qualidades de um professor de Educação Especial: um professor multifuncional? In: VII Congresso Brasileiro de Educação Especial e X Encontro Nacional dos Pesquisadores da Educação Especial, 2016, São Carlos, SP. Anais eletrônicos[...] São Carlos: UFSCar, 2016. Disponível em: https://proceedings.galoa.com.br/cbee7/trabalhos/as-qualidades-de-um-professor-de-educacao-especial-um-professor-multifuncional. Acesso em: 15 ago. 2017.

Publicado

20/02/2020

Como Citar

THESING, M. L. C.; COSTAS, F. A. T. As pesquisas em educação especial na ANPEd: a produção do conhecimento nas reuniões científicas nacionais. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. 3, p. 1146–1166, 2020. DOI: 10.21723/riaee.v15i3.12426. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12426. Acesso em: 3 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)