As pesquisas em educação especial na ANPEd: a produção do conhecimento nas reuniões científicas nacionais

Mariana Luzia Corrêa Thesing, Fabiane Adela Tonetto Costas

Resumo


Este texto apresenta uma análise dos trabalhos publicados nas últimas seis Reuniões Científicas Anuais da ANPEd (2010, 2011, 2012, 2013, 2015 e 2017), especificamente no Grupo de Trabalho Educação Especial (GT 15). A análise dos dados mostrou, dentre outros elementos, que um significativo número de pesquisas está voltado às políticas públicas, à surdez, às práticas pedagógicas e ao Atendimento Educacional Especializado, interesses de pesquisa que podem estar relacionados à proposição da Política Nacional da Educação Especial de 2008.


Palavras-chave


Educação Especial; ANPEd; GT educação especial.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Política nacional de educação especial na perspectiva inclusiva. Brasília, DF: SEESP, 2008.

ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: buscando rigor e qualidade. Cadernos de Pesquisa, n. 113, p. 51-64, 2001.

FANTINATO, Aline Costa; MENDES, Enicéia Gonçalves. Análise da produção científica em dissertações e teses com foco no funcionamento das salas de recursos. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 11, n.4, p. 2087-2103, out./dez. 2016.

FELICIO, Natália Costa de; PEREZ CAMPOS, Juliane Ap. de Paula. A inclusão escolar no contexto do ensino médio: análise das produções em periódico científico. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 12, n. 3, p. 1710-1720. jul./set. 2017.

FERRAZ, Ana Paula dos Santos; MEDEIROS, Bruna de Assunção; COSTAS, Fabiane Adela Tonetto. Escolarização dos estudantes com dificuldades de aprendizagem frente às atuais políticas de inclusão. In: SOARES, Ilma Maria Fernandes; ALMEIDA, Márcia Tereza Fonseca; SILVA, Renato Martins e (Orgs.). Temas em Debate. 1. ed. Rio de Janeiro/RJ: Dictio Brasil, 2017, v. II, p. 45-73.

FERREIRA, Júlio Romero; BUENO, José Gerado Silveira. Os 20 anos do GT Educação Especial: gênese, trajetória e consolidação. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 17, p. 143-170, maio/ago. 2011.

FREIRE, Paulo. A educação é um ato político. Cadernos de Ciência, Brasília, n. 24, p. 21-22, 1991.

FREITAS, Clariane do Nascimento de. Dislexia, educação superior e aprendizagem: uma análise da subjetividade e dos processos compensatórios a partir da Teoria Histórico-Cultural. Orientadora: Fabiane Adela Tonetto Costas. 2019. 223 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, RS, 2019.

GARCIA, Rosalba Maria Cardoso; MICHELS, Maria Helena. A política de educação especial no Brasil (1991-2011): uma análise da produção do GT15 - educação especial da ANPED. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 17, p. 105-123, maio/ago. 2011.

JESUS, Denise Meyrelles de; BARRETO, Maria Aparecida Santos Corrêa; GONÇALVES, Agda Felipe da Silva. A formação do professor olhada no/pelo GT-15 - educação especial da ANPEd: desvelando pistas. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 17, p. 77-92, maio/ago. 2011.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 6. ed. 7. reimpr. São Paulo: Atlas, 2009.

MARQUES, Luciana Pacheco; CARNEIRO, Carla Toscano; ANDRADE, Josiane da Silva; MARTINS, Nathalia Toledo; GONÇALVES, Rafael Marques. Analisando as pesquisas em educação especial no Brasil. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 14, n. 22, p. 251-272, maio/ago. 2008.

MÉSZAROS, István. A educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MOROSINI, Marília Costa. Estado do conhecimento e questões do campo científico. Educação, Santa Maria, v. 40, n. 1, p. 101-116, 2015.

MOROSINI, Marília Costa; FERNANDES, Cleoni Maria Barboza. Estado do Conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação Por Escrito, v. 5, n. 2, p. 154-164, 2014.

PARAÍSO, Marlucy Alves. Pesquisas pós-críticas em educação: esboço de um mapa. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 122, p. 283-303, maio/ago. 2004.

RIBEIRO, Márden de Pádua. Teorias críticas e pós-críticas: pelo encontro em detrimento do radicalismo. Movimento - Revista de Educação, ano 3, n. 5, p. 284-317, 2016.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominas do tipo “Estado da Arte” em educação. Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, 2006.

SÁNCHEZ GAMBOA, Sílvio. Pesquisa em educação: métodos e epistemologias. 2. ed. Chapecó: Editora Argos, 2007. 193 p.

SENADO FEDERAL. Gabinete do Senador Major Olimpio. Projeto de Lei n., de 2019. Institui a Política Nacional para Educação Especial e Inclusiva, para atendimento às pessoas com Transtorno Mental, Transtorno do Espectro Autista (TEA), deficiência Intelectual e Deficiências Múltiplas. Brasília, 2019. Disponível em: https://legis.senado.leg.br/sdleg-getter/documento?dm=7972697&ts=1571777110791&disposition=inline. Acesso em: fev. 2020.

THESING, Mariana Luzia Corrêa; COSTAS, Fabiane Adela Tonetto. As qualidades de um professor de Educação Especial: um professor multifuncional? In: VII Congresso Brasileiro de Educação Especial e X Encontro Nacional dos Pesquisadores da Educação Especial, 2016, São Carlos, SP. Anais eletrônicos[...] São Carlos: UFSCar, 2016. Disponível em: https://proceedings.galoa.com.br/cbee7/trabalhos/as-qualidades-de-um-professor-de-educacao-especial-um-professor-multifuncional. Acesso em: 15 ago. 2017.




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v15i3.12426



Direitos autorais 2020 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.