O curso de pedagogia nas universidades federais do Estado de Minas Gerais: reflexões acerca do espaço da educação infantil nos currículos de formação inicial

Fabiana de Oliveira, Giovana Gomes de Andrade

Resumo


Este artigo propõe analisar o espaço curricular conferido à educação infantil nos cursos de formação inicial das universidades federais do Estado de Minas Gerais. A metodologia utilizada caracterizou-se como uma pesquisa qualitativa de cunho documental por meio da análise dos currículos dos cursos. A reflexão está pautada nos aportes teóricos da Sociologia da Infância que traz contribuições para a proposição de uma pedagogia que considere as especificidades da criança. A análise dos dados encontrados nos aponta que há uma diversidade de composições acerca das disciplinas voltadas às questões da educação infantil. Essa diversidade se caracteriza pela variação na carga horária, nas nomenclaturas e na quantidade de disciplinas que são ofertadas. Isso não contribui para a constituição de um corpus teórico específico voltado para o campo da educação infantil e a formação de professores para essa faixa etária no Brasil. Nesse sentido, encontramos ainda lacunas no que se refere à organização das universidades quanto à área da educação infantil a ser contemplada na formação inicial em pedagogia e que reclama por políticas governamentais que possam contribuir para a constituição de um campo de formação específico.


Palavras-chave


Educação infantil. Organização curricular. Curso de pedagogia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n1.8233



Direitos autorais 2017 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.