O cotidiano escolar e a formação continuada docente em contexto: relato de experiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v24i3.14094

Palavras-chave:

Formação continuada, Formação de professores, Relato de experiência.

Resumo

Este artigo relata uma experiência de formação continuada desenvolvida com professores de uma escola estadual, da diretoria regional de Itapetininga, durante uma Aula de Trabalho Pedagógico Coletivo (ATPC). Trata-se da descrição e análise de uma atividade formativa, voltada para percepção do próprio cotidiano escolar vivido, com o propósito de promover a reflexão constante, necessária para o desenvolvimento da docência. O objetivo principal do artigo é demonstrar, por meio de um exemplo, como pode ser a prática de um processo de formação continuada pela parceria, mas, principalmente, colocar em evidências questões fundamentais da própria formação continuada, que jamais se encerra em uma única atividade. Ao final, espera-se que a experiência relatada sirva somente como um balizador inicial para o agenciamento constante de atividades formativas nas escolas.

Biografia do Autor

Ivan Fortunato, Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Itapetininga – SP

Docente na Coordenadoria de Formação Pedagógica. Doutorado em Desenvolvimento Humano e Tecnologias (UNESP).

Referências

FERREIRA, F. I. A formação e os seus efeitos: do modelo escolar à formação em contexto. In: FORMOSINHO, J. O. (org.). Associação criança: um contexto de formação em contexto. Braga: Livraria Minho, 2000. p. 63-79.

FORTUNATO, I. O relato de experiência como método de pesquisa educacional. In: FORTUNATO, I.; SHIGUNOV NETO, A. (org.). Método(s) de Pesquisa em Educação. São Paulo: Edições Hipótese, 2018. p. 37-50.

FORTUNATO, I. Um curso de formação continuada de professores como lócus de pesquisa-ação: relato de experiência. Estreiadiálogos, Braga, v. 3, n. 1, p. 90-105, 2018b.

HARPER, B; CECCON, C.; OLIVEIRA, M. D.; OLIVEIRA, R. D. Cuidado, escola!: desigualdade, domesticação e algumas saídas. 24. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1987.

IMBERNÓN, F. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

INFORSATO, E. C.; PASSALACQUA, F. G. M. Formação continuada no espaço escolar: uma análise das dissertações e teses defendidas no estado de São Paulo. Revista Eletrônica da Educação, Jaú, v. 1, n. 1, p. 36-52, 2018.

MENEZES, C. M. A. Educação continuada de educadores: superando ambigüidades conceituais. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 12, n. 20, p. 311-320, jul./dez. 2003.

PIMENTA, S. G. Aspectos gerais da formação de professores para educação infantil nos programas de magistério – 2º grau. In: BRASIL. Por uma política de formação do profissional de educação infantil. Brasília: Ministério da Educação e Cultura, 1994. p. 43-50.

ROSA, M. I. F. P. S.; SCHNETZLER, R. P. A investigação-ação na formação continuada de professores de ciências. Ciência & Educação, Bauru, v. 9, n. 1, p. 27-39, 2003.

Publicado

01/09/2020

Como Citar

Fortunato, I. (2020). O cotidiano escolar e a formação continuada docente em contexto: relato de experiência. Revista on Line De Política E Gestão Educacional, 24(3), 1666–1678. https://doi.org/10.22633/rpge.v24i3.14094

Edição

Seção

Relatos de Experiência