Metodologias ativas de aprendizagem no ensino superior de saúde: o fazer pedagógico

Mariana Dond Veloso, Alice Maria Correia Pequeno, Francisca Diana da Silva Negreiros

Resumo


Objetivou-se descrever, sob a ótica de docentes do ensino superior, entendimentos acerca das novas metodologias para o fazer pedagógico após um curso de capacitação. Pesquisa quantitativa, realizada com 13 docentes de uma Instituição de Ensino Superior de Fortaleza, Ceará, Brasil. Coleta dos dados de novembro de 2014 a fevereiro de 2015, por meio da oficina de capacitação e observação. Os dados obtidos foram compilados em três aspectos avaliativos: desenvolvimento das competências sobre as metodologias ativas; atividades complementares; método de ensino-aprendizagem quanto à performance nos trabalhos em grupo e o papel do facilitador. Para melhorar o conhecimento sobre metodologias ativas dos docentes, sugerem-se investimentos em cursos de capacitação e treinamento de habilidades sobre estratégias de ensino que facilitarão a superação de abordagem tradicional entre os docentes das instituições de ensino.


Palavras-chave


Ensino; Aprendizagem; Educação superior; Docentes.

Texto completo:

PDF PDF (Español (España)) XML

Referências


BELFOR, J. A. et al. Faculty teaching skills perceived by medical students of a university of the Brazilian Amazon region. Ciênc. Saúde Coletiva, v.23, n.1, p.73-82, 2018.

BERBEL, N. A. N. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos? Interface Comun Saúde Educ., v.2, n.2, p.139-154, 1998.

CALDARELLI, P. G. A importância da utilização de práticas de metodologias ativas de aprendizagem na formação superior de profissionais da saúde. Rev. Sustinere, v.5, n.1, p.175-178, 2017.

CAMAS, N. P. V.; BRITO, G. S. Metodologias ativas: uma discussão acerca das possibilidades práticas na educação continuada de professores do ensino superior. Rev. Diálogo Educ., v.17, n. 52, p.311-336, 2016.

FREITAS, D. A. et al. Saberes docentes sobre processo ensino-aprendizagem e sua importância para a formação profissional em saúde. Interface (Botucatu), v.20, n.57, p.437-448, 2016.

GOMES, K. K. et al. Qualidade de vida e qualidade de vida no trabalho em docentes da saúde de uma instituição de ensino superior. Rev Bras Med Trab., v.15, n.1, p.18-28, 2017.

LIMA, V. V. Constructivist spiral: an active learning methodology. Interface (Botucatu), v. 21, n.61, p.421-434, 2017.

MACEDO, S. M. F.; CAETANO, A. P. V. A ética como competência profissional na formação: o pedagogo em foco. Educ Real, v.42, n.2, p.627-648, 2017.

MAKUCH, D. M. V.; ZAGONEL, I. P. S. Pedagogical approach in the implementation of curriculum programs in nurse training. Esc Anna Nery, v.21, n.4, e201700252017.

MESQUITA, S. K. C.; MENESES, R. M. V.; RAMOS, D. K. R. Metodologias ativas de ensino/aprendizagem: dificuldades de docentes de um curso de enfermagem. Trab Educ Saúde, v.14, n.2, p.473-486, 2016.

MOURTHÉ JÚNIOR, C. A.; LIMA, V. V.; PADILHA, R. Q. Integrating emotions and rationalities for the development of competence in active learning methodologies. Interface (Botucatu), v. 22, n. 65, p. 577-588, 2018.

PAIVA, M. R. F. et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: revisão integrativa. Rev Sanare, v.15, n.2, p.145-153, 2016.

SCHUHMACHER, V. R. N.; ALVES FILHO, J. P.; SCHUHMACHER, E. As barreiras da prática docente no uso das tecnologias de informação e comunicação. Ciênc Educ., v.23, n.3, p.563-576, 2017.

SILVA, I. C. S.; PRATES, T. S.; RIBEIRO, L. F. S. As novas tecnologias e aprendizagem: desafios enfrentados pelo professor na sala de aula. Debate, v.15, p.107-123, 2017.




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v14i2.11860



Direitos autorais 2019 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.