A consonância como premissa na relação entre a BNCC e os currículos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v27i00.18129

Palavras-chave:

Currículo, BNCC, Consonância, Currículo paulista, Autonomia

Resumo

O presente texto aborda as funções da BNCC em relação aos sistemas educacionais na produção de currículos, considerando o pacto interfederativo. Como exemplo prático, destaca o currículo paulista e ressalta a preocupação compartilhada entre esses documentos norteadores com as demandas contemporâneas. A fim de compreender essa harmonização curricular, foram aplicados instrumentos metodológicos da morfologia e da análise de discurso, sob a perspectiva bakhtiniana sobre ideologia, palavra e contexto. Através dessa reflexão, tornou-se evidente que os currículos possuem uma autonomia orientada, permitindo a criação de materiais mais adequados às características locais, desde que respeitem as competências gerais da Educação Básica e habilidades cognitivas específicas para cada disciplina e ano. Assim, neste artigo, essa relação de harmonização proposta pela BNCC, que visa subsidiar a elaboração de novos currículos e materiais didáticos, foi denominada autonomia orbital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josiane Paula Etelvino, Universidade Estadual Paulista

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar.

Sebastião de Souza Lemes, Universidade Estadual Paulista

Professor no Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar. Professor Pesquisador do Departamento de Educação. Doutorado em Psicologia (USP).

Referências

AMES, B. Os entraves da democracia no Brasil. Tradução: Vera Pereira. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.

ARRETCHE, M. T.S. Federalismo e igualdade territorial: uma contradição em termos? Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 53, n. 3, p. 587-620, 2010.

AZEREDO, J. C. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. 3. ed. São Paulo: Publifolha, 2011.

BAKHTIN, M. M.; VOLOSHINOV, V. N. A interação verbal. In: BAKHTIN, M. M.; VOLOSHINOV, V. N. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução: Michel Lahud e Yara Frateschi Veira. 10. ed. São Paulo: Hucitec, 2002.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 2016. 496 p. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/518231/CF88_Livro_EC91_2016.pdf. Acesso em: 15 maio 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: MEC, 1996. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 15 maio 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). Introdução. Ensino Fundamental. Brasília: MEC, SEF, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Ministério da Educação. Brasília, DF: MEC, SEB, DICEI, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=13448-diretrizes-curiculares-nacionais-2013-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 15 maio 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Pisa 2018 revela baixo desempenho escolar em Leitura, Matemática e Ciências no Brasil. Portal do Ministério da Educação. Brasília, DF: MEC, 2019. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/ultimas-noticias/211-218175739/83191-pisa-2018-revela-baixo-desempenho-escolar-em-leitura-matematica-e-ciencias-no-brasil. Acesso em: 30 dez.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n. 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: MEC, 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/l13415.htm. Acesso em: 21 dez. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular: Ensino Médio. Brasília: MEC, SEB, 2018a.

BRASIL. Ministério da Educação. Novo Ensino Médio: perguntas e respostas. Portal do Ministério da Educação. Brasília, DF: MEC, 2018b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=40361#:~:text=A%20Lei%20n%C2%BA%2013.415%2F2017,flex%C3%ADvel%2C%20que%20contemple%20uma%20Base. Acesso em: 21 fev. 2023.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Resultados do IDEB 2021. Brasília, DF: Inep, 2022a. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/pesquisas-estatisticas-e-indicadores/ideb/resultados. Acesso em: 30 dez.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Portal do Ministério da Educação. Brasília, DF: MEC, 2022b. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/a-base. Acesso em: 30 dez.

DELORS, J. et al. Educação: um tesouro a descobrir - Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI. 7. ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: MEC, UNESCO, 2012.

LAISNER, R. C. et al. Descentralização curricular em âmbito estadual: análise da proposta curricular do Estado de São Paulo. In: OLIVEIRA, S. F. P.; SILVA, H. M. G. (org.). Educação e Políticas Públicas: desafios, reflexões e possibilidades. 1. ed. Franca, SP: UNI-FACEF Centro Universitário de Franca, 2013. v. 1, p. 458-476.

LEMES. S. S. Excertos da BNCC: discussão de fundamentos e considerações conceituais. Revista online de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 25, n. 3, p. 2193-2211, set./dez. 2021. DOI: 10.22633/rpge.v25i3.15837.

MICHAELIS. Moderno dicionário da língua portuguesa. São Paulo: Ed. Melhoramentos, [21--]. Disponível em: https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/conson%C3%A2ncia/. Acesso em: 01 dez. 2022.

SÃO PAULO (estado). Diretrizes do Programa Ensino Integral. São Paulo: Secretaria da Educação, 2012. Disponível em: https://www.educacao.sp.gov.br/a2sitebox/arquivos/documentos/342.pdf. Acesso em: 01 dez. 2022.

SÃO PAULO (estado). Currículo Paulista. Herbert Gomes da Silva. São Paulo: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, 2019a.

SÃO PAULO (estado). Inova Educação: Perguntas e respostas. São Paulo: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, 2019b. Disponível em: https://inova.educacao.sp.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/Perguntas-e-Respostas-PROFESSORA.pdf. Acesso em: 01 fev. 2023.

SÃO PAULO (estado). Tire suas dúvidas sobre o Inova Educação. São Paulo: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, 2020. Disponível em: https://www.educacao.sp.gov.br/tire-suas-duvidas-sobre-o-inova-educacao/. Acesso em: 01 dez. 2022.

SÃO PAULO (estado). Currículo em Ação: Geografia Ensino Fundamental – Anos Finais, Caderno Do Professor, 1º Semestre. São Paulo: Coordenadoria pedagógica, 2023.

SILVA, S. C. B. Desterritorializando a BNCC: Experiência e acontecimento na perspectiva da Filosofia da diferença. 2021. 102 f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista, Araraquara, SP, 2021.

Publicado

27/07/2022

Como Citar

ETELVINO, J. P.; LEMES, S. de S. A consonância como premissa na relação entre a BNCC e os currículos. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 27, n. 00, p. e023030, 2022. DOI: 10.22633/rpge.v27i00.18129. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/18129. Acesso em: 23 fev. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>