Avaliação, gestão e novas possibilidades para emancipação na perspectiva de transformação social

Eliana Curvelo Rodrigues, Maria José Romanatto, Rosebelly Nunes Marques, Ricardo Ribeiro, Sebastião de Souza Lemes

Resumo


Este texto discorre sobre diferentes concepções de avaliação, que, uma vez materializadas nos instrumentos, devem possibilitar reflexões sobre o estado do objeto avaliado e sobre as práticas educativas que promovem mudanças ou se perpetuam pela reprodução. Destaca a questão do uso de indicadores de forma crítica e busca, nos argumentos que fundamentam essa criticidade, o respaldo para reorientar a gestão educativa. Nesse sentido, discute a intencionalidade da avaliação institucional e dos programas de avaliação de resultados dos sistemas de ensino. Oferece ainda algumas pistas para que, na perspectiva da gestão, as ações avaliativas, pelo seu potencial regulador, tenham participação efetiva na qualificação dos processos educativos. A avaliação, enquanto instrumento de regulação do processo de gestão, o reconstrói.

Palavras-chave


avaliação; gestão; transformação social

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v0i8.9268



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.